Material Educativo Saiba as novidades que andam acontecendo na Public
sua moldura aqui
20 de Fevereiro de 2018 Por: publicon-admin Plataforma: A escolha mais importante da Loja virtual

A definição da plataforma é uma das escolhas mais importantes para seu
e-commerce. Para o lojista que está iniciando na web pode parecer uma
questão simples de ser resolvida, mas a definição do seu espaço virtual
tem tudo a ver com o sucesso ou fracasso do seu negócio.

Ao analisar as opções de plataforma disponíveis no mercado procure
pesquisar com os lojistas atuais dela (já com um tempo de casa ali) as
dificuldades, as melhorias que ele identificou ser necessário para o
andamento do sistema, se as lojas ficam estáveis mesmo em períodos
sazonais como Black Friday, se o suporte da plataforma é ágil e rápido e
também se você terá liberdade em resolver problemas ou se tudo
dependerá da própria plataforma. Respostas como essas podem te levar á
uma decisão bem mais assertiva, acredite!

 Alinhar a condição comercial: da sua empresa e ter um alinhamento
estratégico qualificado. Na hora de analisar opções de plataforma, busque
verificar aquelas que possuem cases de sucesso no seu segmento de
atuação e um histórico qualificado, mesmo que ela não seja a mais barata.

Design e implementação dos componentes: É importante ter em mente
que para o design atraente será necessário um auxílio de um colaborador
para essa tarefa. Através de técnicas de UX é possível desenvolver um
layout altamente funcional e que poderá garantir uma usabilidade
qualificada para os clientes.

Padrão e customização, é necessário analisar: Existem tipos de
plataformas que são consideras como equiparáveis, a diferença entre elas
não é muito relevante, mas é extremamente necessário verificar a
capacidade de fornecedores atenderem as necessidades e requisitos ao
seu tipo de negócio.

Exemplo: facilidades com integração de estoque e cadastramento de
produtos, existe plataformas que cobram por até um limite de 50 sku’s
por exemplo, porém se você for do ramo da moda íntima e tiver 30 peças
para vender mas essas peças tiverem variações de tamanhos e cores, você
com certeza irá multiplicar muito este número de 30 peças, causando
então uma nova necessidade de negociação entre lojista x plataforma,
essas questões precisam ser avaliadas antes do fechamento e do
prosseguimento na negociação.

Não existe de fato um manual exato para escolher a melhor plataforma
para o seu segmento, mas buscar por aquelas que fornecem a
estruturação das funcionalidades, cadastros, catálogos de promoção,
preços, estoques e integrações fazem toda a diferença, pois isso pode ser
o passo entre vender mais ou ficar com seu estoque parado.
Resumidamente, uma plataforma de e-commerce tem uma necessidade
fundamental de proporcionar a estruturação adequada para sua loja e lhe
causar a menor dor de cabeça possível. Fale conosco, a Public Online
possui profissionais qualificados para lhe ajudar nesta escolha tão
importante.

Leia Mais
30 de Janeiro de 2018 Por: editor-publicon editor-publicon Sua empresa desempenha um bom papel nas redes sociais? Confira Agora Mesmo.

Com o mundo globalizado, todos estando á apenas um clique de distância de tudo e de todos, é muito importante atentar para o posicionamento correto de sua marca na internet.

É ideal que as empresas iniciem sua história mostrando quem são e oferecendo seus serviços/produtos com qualidade, de uma forma que os valores e as ofertas do sejam divulgados com clareza e comprometimento.

Confira agora um Top 10 de dicas incríveis para a sua empresa (seja ela de pequeno, médio ou grande porte) se sair bem nas redes sociais:

1 – Defina um ponto de partida e um objetivo para sua marca/empresa:

Um ponto realmente importante é: Não é “porque todo mundo está fazendo algo” nas redes sociais que você deve fazer também. É necessário que você se pergunte o objetivo que quer atingir para que a estratégica de marketing seja traçada com um especialista da área para garantir os resultados necessários dentro de cada canal.

2 – Defina qual a rede social mais rentável para o seu negócio:

É necessário que você entenda o seu cliente e faça uma relação para analisar se é viável cada tipo de plataforma social. O Facebook por exemplo, conta com uma grande quantidade de usuários já maduros em suas idades, os mais jovens por conta disso, estão investindo em redes como o instagram, Snapchat e o twitter.

Pensar bem é o foco principal, não adianta desenvolver todas as redes sociais e não conseguir realizar trabalhos derivados para cada uma delas de forma qualificada e bem estruturada. Existem empresas que criam várias mídias e por não conseguirem tocar a mesma, acabam abandonando e fazendo dela um lugar “fantasma”, o cliente que busca pela sua empresa/serviço através de uma mídia social e encontra ela “vazia” ou “desatualizada”, pode ter uma impressão desconfiável e até mesmo se sentir abandonado pela marca, sendo assim essa situação pode ser péssima para os negócios e os objetivos da sua empresa á médio e longo prazo.

3- Potencial das Mídias Sociais:

Para uma empresa que está se desenvolvendo no mercado, a regra principal é conseguir lucros e reduzir os custos. Pensando nisso, vale a pena pensar em investimento nas mídias sócias, alguns não levam a sério o poder que estas ferramentas têm para os negócios e o que pode fazer pelas marcas.
Uma das vantagens das redes sociais é o investimento que é relativamente baixo se comparado com outras mídias de veiculação. Recentemente foi realizada uma pesquisa pela Comscore em que mostra que cada vez que um brasileiro entra em sua rede social, ele gasta 21 minutos do seu tempo, é importante então saber como atingir o seu público-alvo com a segmentação correta para que os investimentos tenham um retorno rentável.

4 – Conteúdos que sejam relevantes:

O conteúdo precisa ser relevante e enriquecedor, o que sua empresa pode agregar de valor na vida do seu cliente? Dentro do seu segmento o desafio é criar vantagens e dicas para que seus clientes e possíveis clientes, de fato sigam as notícias de suas páginas e tenham sua marca como referência.

Uma dica bem bacana é a criação de conteúdos que tenham ligação direta com o seu produto ou serviço, assim, de uma forma indireta você pode atingir seu público, engajar sua marca e fazer com que haja conversão (exemplo: se você tem uma loja de produtos naturais, dê receitas de comidas saudáveis).

5 – Invista em Gatilhos Mentais:

O Uso de gatilhos de mente é um dos pontos mais importantes na etapa da criação de conteúdo, desenvolver títulos chamativos é o ponto principal para chamar a atenção do seu público-alvo e aumentar a sua conversão.

6 – Não limite a sua criação:

Em uma rede social, algo que achamos ser simples, pode viralizar e fazer um sucesso estrondoso. Invista em formatos variados na criação de temas e conteúdos que você oferece em sua rede social. Você pode trabalhar com o desenvolvimento de quizz, artigos e textos para blog, na verdade as possibilidades são infinitas.

7 – Otimize o seu site e os conteúdos de acordo com as regras de SEO:

Algo indispensável para a sua empresa se dar bem na web é inserir nos conteúdos as técnicas de SEO. Através dessa prática você atinge rankeamento de qualidade para o seu negócio/empresa ou produto na web. O SEO é responsável por fazer o seu negócio estar visível nos maiores buscadores da internet (incluindo os não pagos).
Vale lembrar: Isso não quer dizer que você se manterá ali, ele te ajuda a ficar em evidência, mas não te garante isso.

8 – Apelo Visual:

Um ponto que deve ser altamente explorado por qualquer empresa que quer crescer através das Redes Sociais é a utilização de imagens com qualidade elevada. Em redes como o Instagram por exemplo, é ideal que a marca busque trabalhar com o máximo de qualidade em suas imagens. Uma foto pode chamar muito mais a atenção de uma cliente, do que o conteúdo através dela, não tenha pressa em caprichar nos detalhes.

9 – Busque proximidade com o seu público:

Trazer clientes para a sua empresa é muito mais precioso do que trazer vendas, é importante criar um apelo para que eles sintam credibilidade, (um mesmo cliente pode fazer várias compras, mantê-lo é uma questão de inteligência). É interessante que você desenvolva mensagens que se aproximem do seu público, fazendo com que ele não veja a sua marca com os olhos de uma corporação que visa apenas lucros.

10 – Influenciadores:

Alcançar uma quantidade grande de pessoas não é algo simples, é importante trabalhar e buscar o apoio de outras empresas para que essa propagação seja feita da forma correta e através de pessoas corretas. Hoje em dia existem influenciadores ou parceiros que podem com certeza impulsionar a imagem de sua empresa de forma positiva e fazê-la ser referência no segmento.

 

Consulte Aqui nossos consultores e saiba ainda mais como você pode crescer no digital!

Leia Mais
24 de Janeiro de 2018 Por: editor-publicon editor-publicon Como lucrar mais com o Mobile Marketing? Confira dicas importantes.

O Mobile Marketing é um uso de ferramentas e estratégias de comunicação através de ações mobile, estudos do IBGE apontam que a maioria dos brasileiros tem preferencia em navegar na internet pelo celular do que pelos outros dispositivos, 80% usam o mobile.
A publicidade através desses dispositivos cresce a cada dia mais, podendo aumentar a lucratividade das corporações.
Confira então algumas dicas que podem ser usadas como ferramentas para as campanhas de marketing.

 

Fique Online:
A primeira dica antes de começar a sua campanha de marketing com dispositivos móveis é: Mantenha sua empresa sempre online, tenha um site responsivo e compatível com outros dispositivos mobile, fique sempre online nas redes sociais, e tenha um canal de contato aberto para interação com os seus clientes.

Mostre os seus produtos:
Divulgue sempre os seus produtos e serviços, divulgando de forma certa é possível que seu público seja atingido através de SMS, aplicativos de mensagens instantâneas como o whatsApp e pelas redes sociais.

Agrade os seus consumidores:
Quando falamos em aumentar o banco de dados da empresa, é importante que você pense em recompensar os visitantes que oferecem o número de celular e seu e-mail, é uma forma de gentileza com quem se interessa pela sua marca.

Ouça com atenção:
Investir em campanhas de satisfação é um passo bem importante, alguns smartphones auxiliam você no processo de pesquisas, dessa forma os seus clientes são abordados de forma pessoal, tornando o retorno mais rápido e a mensuração de resultados acaba sendo também mais ágil para a identificação de possíveis melhorias.

Ofereça exclusividades:
Desenvolver uma proximidade maior com os seus clientes é um dos benefícios de uma campanha mobile marketing, utilize isso a favor da sua empresa. Ofereça benefícios exclusivos para os seus clientes dentro da plataforma, isso será como um gatilho de compras e reservas de produtos.

Leia Mais
23 de Janeiro de 2018 Por: editor-publicon editor-publicon Como desenvolver um planejamento de marketing para a sua startup?

Muitos empreendedores se esquecem que o plano de marketing é tão importante quanto um plano de negócios para as empresas, se o seu principal objetivo é divulgar a sua marca, gerar e manter clientes. Através dele é possível estabelecer quais tipos de ferramentas e estratégias serão utilizados para atingir as metas de vendas, defina as táticas para atrair o público certo e as táticas para atração desse público.
Confiras as dicas para criar um bom planejamento de marketing:

 

Analise a situação de sua empresa:
Defina os produtos ou serviços que você irá oferecer, em seguida defina o seu público-alvo, desenvolva uma análise de SWOT da sua corporação, analisando suas forças,fraquezas, ameaças e oportunidades, assim que isso for definido será mais fácil para que você possa enfrentar a concorrência e seu mercado.

Descreva seu público alvo:
Faça um resumo breve descrevendo o seu público-alvo, descreva quem é a pessoa, sexo, idade, onde ela mora, classe social, saiba sobre o seu humor, se são extrovertidos ou introvertidos, saiba sobre os seus hábitos de consumo, assim será possível ajudar a criar suas campanhas para atingir esse determinado público.

Estabeleça metas de Marketing:
Seja específico com os seus objetivos, se é aumentar suas vendas, reter clientes ou atingir um novo público. Cada negócio tem o seu objetivo, é importante que ele e suas metas sejam mensuráveis, para que seja possível avaliar os resultados e saber se as metas foram alcançadas.

Defina Estratégias:
Com o plano elaborado e definido é possível desenvolver as estratégias para que as metas sejam alcançadas, é necessário conhecer bem o público para identificar qual a melhor maneira de interagir com ele, através de postagens nas redes sociais, eventos, grupos, ligações, e-mail ou reuniões. Busque identificar também quais os tipos de mídias ele está conectado para que você possa oferecer o seu produto ou serviço.

Determine seu orçamento de marketing:
É importante que parte do seu lucro seja destinado para o marketing, esse tipo de atitude pode ser difícil para empresas novas ou muito pequenas, mas é importante saber que o marketing é essencial para o sucesso do seu negócio. Quando alinhamos uma estratégia de qualidade e um orçamento correto você consegue ganhar forças no mercado e ser reconhecido, se não há uma quantidade favorável de verba disponível, defina no planejamento uma estratégia em que sua empresa fique confortável, o principal é não deixar o investimento em marketing de lado.

Leia Mais
22 de Janeiro de 2018 Por: editor-publicon editor-publicon O que fazer para uma marca não ter relevância negativa nas redes sociais? 5 dicas.

Com o avanço das tecnologias digitais, a internet nos permite obter a experiência e acesso a muitas coisas que no passado não existiam. A tecnologia oferece o contato com qualquer pessoa do mundo, a qualquer hora e lugar, basta apenas um clique. Com a introdução das redes sociais, surgiram os perfis “haters” que são pessoas que não aceitam opiniões adversas e atacam outras pessoas/marcas através das redes sociais.
O aumento de internautas nas redes sociais também aumentou o número de “haters”, existem até empresas que criam estes perfis “falsos” para levar vantagens sobre outras empresas ou marcas e divulgar a sua própria corporação.
Atualmente, o uso da internet é fundamental para manter sua marca em evidencia, existem gestores que se desgastam muito para manter seu negócio constantemente atualizado gerar uma interação maior com seu público.
Especialistas acreditam que algumas empresas ao invés de entregarem conteúdos ricos em informações e com relevância para o seu público, acabam indiretamente, irritando seus seguidores nas redes sociais em que está atuando.
Um grande crime cometido, é a divulgação da empresa pelo próprio perfil pessoal, isso pode gerar polêmicas por envolver a divulgação da marca com outros assuntos ao mesmo tempo, isso pode criar um “hate” inesperado.

 

Confira então algumas dicas para não perder a relevância através dos canais sociais da internet:

1 – Não marque amigos em publicações:

Quando um post ou vídeo é adicionado em suas redes, é normal que você queira divulga-lo ao máximo e compartilhar com o seu público, porém o ideal é apenas marcar as pessoas que tem ligação com o perfil do seu público-alvo. Agindo dessa forma, você atingirá as pessoas corretas e falando exatamente com quem compra ou pode comprar dos seus produtos/serviços.

2 – Não inclua pessoas em grupos fechados sem a permissão delas:

Realizar a marcação nas redes sociais de algumas pessoas não é algo bom, coloca-las em grupo fechados que você criou também é fora de cogitação, mesmo que a pessoa possua interesse no assunto abordado. O ideal para se fazer é solicitar a permissão
antes de adicionar este “possível” cliente em grupos, não tome nenhuma iniciativa neste sentido sem a permissão.

3 – Evite adicionar todos os contatos na lista de transmissão:

Adicionar todos em uma lista de transmissão também não é uma atitude vista de forma agradável, assim como é necessário solicitar a permissão das pessoas em grupos. Nem todos gostam de receber mensagens de produtos ou serviços que você
está vendendo, é importante então que você se atente a esse ponto com o seu cliente. Não existe a necessidade de solicitar a permissão para inserir integrantes em sua rede de transmissão, mas é de extrema importância que você tenha o conhecimento do que está oferecendo e transmitindo para o seu público. Desenvolva uma estratégia para atingir pessoas que se interessam pelos seus serviços.

4 – Pense bem antes de compartilhar temas polêmicos:

Esse é um ponto importante, é ideal que você pense sobre o que seu público gostaria de ver em suas redes sociais, seja compartilhando temas de tecnologia, inovação ou algo relacionado ao seu segmento de atuação. Esse tipo de ação é extremamente
positivo para aumentar a credibilidade da sua marca, mas por outro lado, é necessária certa cautela ao compartilhar materiais com conteúdo políticos, de futebol, tragédias, sexo ou outro tema que não tenha ligação com a linha de segmento da sua empresa. Se esse tipo de situação não for pensado, pode acarretar e gerar “ódio” contra a sua a sua marca por parte do público.

5 – Não seja grosseiro nas respostas dos comentários:

Ser grosseiro com o seu público é uma forma errada de conquistar a credibilidade da sua marca. Encare as críticas de forma positiva, use isso ao seu favor para ajudar a melhorar seus pontos negativos. É importante ter a consciência do que você tem postado e compartilhado, não fale sobre conteúdos do quais você não tem certeza sobre a sua veracidade. É ideal construir uma base de confiança com seu público e engaja-lo com um conteúdo fiél e que seja visto de forma produtiva na internet.

Leia Mais
19 de Janeiro de 2018 Por: editor-publicon editor-publicon Quais desafios a “Era Digital” trouxe para as marcas?

No decorrer dos últimos anos a revolução digital aumentou e se tornou mais acessível e presente na vida de todos, diariamente os consumidores estão conectados por meio de dispositivos móveis e muito mais.
No século XXI as empresas devem adotar as mídias sociais como forma de divulgação, é necessário evoluir e se adaptar as transformações digitais.
Existem muitas vantagens para as marcas que se adaptam a era digital, com a ajuda da internet e as mídias sociais a interação com o seu público é mais rápida, fácil e com direcionamentos corretos em campanhas de comunicação.
Ter a sua marca presente no meio digital em uma frequência constante não é uma tarefa simples, é necessário um planejamento estratégico tanto para a produção de conteúdo quanto para a interação com os consumidores.
A criatividade é necessária para inovar e se manter relevante entre as diversas informações que atingem os consumidores nas mídias todos os dias.
Outro ponto importante é o desafio com a reputação da marca nas redes sociais, pois do mesmo modo que a internet proporciona a aproximação do seu público com a sua marca, traz também a possibilidade de gerar crises que podem ganhar proporções em tempo curto.

Leia Mais
18 de Janeiro de 2018 Por: editor-publicon editor-publicon Quais os erros mais comuns no início de uma rede de franquias?

O Franchising talvez seja um dos meios mais fáceis e estáveis para a expansão de um negócio e é a forma que atrai a atenção dos empresários e empreendedores de todos os ramos de mercado. Quando se tem uma ideia inovadora e já se tem os negócios estabelecidos no mercado, por que não torna-lo uma franquia? Para transformar o seu negócio em uma rede de franquias é necessário que você tenha a preparação com as ferramentas certas para esta nova jornada. Busque usar os recursos necessários com a sabedoria e trabalhar com as pessoas certas, diante disso é possível desenvolver o crescimento da sua franquia. Confira então alguns dos erros mais comuns no início de uma rede de franquias.

 

Desenvolvimento Comercial

No início do processo para franquiar o seu negócio, você terá inúmeras perguntas possíveis pelos seus possíveis franqueados, perguntas mais comprometedoras em relação a sua marca, lucros, know-how, acesso as suas “receitas”, o seu franqueado deve se sentir dentro do negócio, como se fosse parte do seu time agora.


Posição da Marca

A marca de uma empresa é a força maior e mais relevante para uma empresa. Muitas vezes, por falta de conhecimento algumas empresas acabam reduzindo e limitando o seu nicho de atuação, atrapalhando o desenvolvimento da empresa até uma relação com o mix de produtos não sendo sustentável para poder expandir. Um posicionamento adequado é a forma de diferenciar o seu produto ou empresa de seus concorrentes.

 

Legalização

Para realizar uma formatação de uma franquia, é importante que se tenha um conselho jurídico de qualidade e isso não é negociável. As documentações de uma franquia devem ser impecáveis e sempre dentro dos padrões. As circulares de ofertas de franquias devem ser redigidas como um documento jurídico/comercial, já que o candidato terá uma base das políticas e normas de sua empresa e isso não será um documento de forma padrão. Os documentos de uma franquia não são desenvolvidos apenas para estar dentro da lei, mas também para que exista o cumprimento total das normas de sua marca. Estes documentos previnem acontecimentos rotineiros ou que possam vir à tona durante o tempo de relação contratual, que são em média 05 anos. Tenha cuidado com aconselhamentos baratos ou inexperientes, no fim das contas a sua rede pode se tornar um castelo de cartas.

 

Flexibilidade

Muitos empreendedores tratam seus negócios com muito carinho e a maior parte da sua atenção está direcionada para o seu negócio, isso só acontece quando nos importamos muito com algo, esse tipo de atitude as vezes pode atrapalhar o desenvolvimento do negócio pelo fato do franqueador não ouvir sugestões ou dicas de seus franqueados. É importante que você seja dedicado, mas não totalmente rígido, seja flexível para ouvir dicas, sugestões e permita que a sua empresa atinja o sucesso esperado.

 

Localidades

É muito importante que o franqueado tenha paciência quando falamos de expandir uma marca, não seja imprudente e pretencioso demais, ao invés de tentar desbravar o país ou o planeta inteiro, comece colocando metas pequenas e aprenda a delegar de forma correta, é importante dividir o crescimento da empresa em territórios que ajudam obter uma visão melhor das suas regiões que vão estar estabelecidas.

Leia Mais
16 de Janeiro de 2018 Por: editor-publicon editor-publicon E-Commerce: Erros mais comuns

Atualmente a marca que possui um e-commerce tem uma oportunidade de crescimento excelente nas mãos, uma vitrine online que consiga impactar milhares de pessoas é o sonho de toda a empresa. Para que isso se torne real, é necessário desenvolver algumas estratégias básicas como um site responsivo, atraente e que tenha uma presença forte nas redes sociais. Para te ajudar a melhorar as suas vendas, preparamos 5 dicas com os erros mais comuns que a maioria dos e-commerce comete e nem sabe.

1 – Detalhe em informações:

Um erro muito comum em um e-commerce iniciante é quando o usuário realiza uma visita em sua loja virtual e não encontra informações o suficiente sobre o produto que deseja, levando então a desistência da compra. É importante que as informações dos produtos e serviços estejam visíveis para que o usuário/cliente não possua dúvidas e saiba exatamente o que está comprando. Muitos clientes desistem por conta da falta de informação nos sites.

2 – Design confuso e problemas na navegação:

O visual de uma loja é um dos pontos mais importantes para a realização da compra, tanto para uma loja física quanto em uma loja virtual. O design é primordial para chamar atenção do seu público, então não economize no layout e faça com que a navegação do usuário seja simples e fácil. Busque o auxilio de um profissional especializado ou uma agência para cuidar dessa parte e desenvolver uma loja virtual correta para você.

3 – A Falta de estoque é um grande erro para o e-commerce de revenda:

É algo muito frustrante para os usuários/clientes quando vão em busca de comprar um produto e ele está esgotado, ainda mais quando falamos sobre e-commerce de revenda. A empresa deve desenvolver um controle interno para que possam ser alertados antes que os produtos faltem em estoque e prejudique as vendas da corporação e principalmente o cliente.

4 – Dificultar a forma de compra:

Nos termos de compra online, pensamos normalmente em algo rápido e fácil, afinal de contas, realizar a compra de um produto em apenas um clique, receber onde gostaria e em um prazo curto é ideal. Busque facilitar a compra do seu cliente e não transforma-la em um processo difícil. Não coloque muitas etapas em seu processo de compra.

5 – Não disponibilizar informações de contato:

Se você é um e-commerce de revenda de uma marca, é importante que você não disponibilize suas informações de contato, forneça apenas os telefones e meios de comunicação da empresa da qual você revende. Informando corretamente, o seu cliente não irá se perder no meio do caminho de sua compra.

Leia Mais
15 de Janeiro de 2018 Por: editor-publicon editor-publicon É viável o marketing digital para empresas?

Hoje em dia é muito comum pensar que não existem formas de estruturar uma campanha de Marketing Digital se a sua empresa é de pequeno porte, mas isso não é verdade.

É através dos meios de estratégia em marketing que o seu negócio consegue ganhar forma, se estruturar e obter destaque no mercado de atuação.

O marketing é fundamental para todas as empresas, independente do segmento de atuação ou o tamanho da corporação. É necessário conhecer as estratégias e desenvolver a criação do planejamento para as ações.

Sabendo então que as pequenas empresas também podem desenvolver o Marketing Digital, vamos analisar algumas dicas para que você possa construir sua própria estratégia de marketing.

Conheça o seu público:

Uma empresa não pode começar no mercado sem conhecer o seu público-alvo, afinal de contas quem vai adquirir seus produtos? Onde esse público está localizado?  Qual a idade média e máxima que eles possuem? E qual a forma de comunicação para eles? Todas essas informações são muito importantes para o desenvolvimento da sua campanha.

Se o seu público-alvo possui uma característica especifica, sua linguagem de comunicação e canais devem ser específicas também.

Faça um estudo sobre a sua concorrência:

Agora que já sabemos quem são os usuários do seu negócio, vamos analisar quais são os seus concorrentes diretos no mercado.

Entender sobre seus concorrentes, analisar suas forças e fraquezas e como eles se impoe no mercado ajuda a desenvolver ações para inovar e ganhar credibilidade com a sua marca.

Quanto mais conhecimento você possuir do seu mercado, entendendo os seus concorrentes e evitando ao máximo os erros básicos, a conquista do seu público será cada vez mais fácil.

Desenvolva um planejamento:

A melhor maneira de divulgar a sua empresa corretamente é através de um planejamento completo da sua campanha e definindo quais os melhores caminhos para se seguir.

Um plano de marketing de qualidade contém toda a estratégia definida com as informações do seu público-alvo, informações sobre os seus concorrentes e em seu mercado de atuação. Dessa forma, é possível passar para a etapa de ação do seu planejamento.

Desenvolva um plano com detalhes e que contenha todas as informações possíveis de sua pesquisa e as especificações da sua campanha.

Seja responsável:

As estratégias as vezes podem não funcionar da forma correta, muitas falhas podem acontecer em uma campanha. Para fazer o marketing para pequenas empresas você deve estar preparado para possíveis erros que podem ocorrer, a melhor maneira de solucionar é sendo transparente dentro da empresa, se um produto veio com defeito, se houveram problemas na divulgação ou no comprimento do acordo realizado, a empresa deve ser sincera e se desculpar com todos os envolvidos.

 

Fique sempre alerta para as tendências e novidades, as ferramentas estão sempre atualizando ou há sempre o lançamento de uma nova ferramenta no mercado.

Não esqueça de ler novidades, sites de atualizações e blogs. Mantenha contatos com outros profissionais para trocar informações relevantes, é possível obter conhecimento através de cases de sucesso e de novidades no mundo do marketing.

Agora que você já sabe que é possível fazer Marketing Digital para pequenas empresas, procure um profissional para te auxiliar e fazer sua empresa crescer no mercado.

Leia Mais
11 de Janeiro de 2018 Por: publicon-admin O Comércio Online é a chave para o sucesso

O Comércio online ou E-commerce como chamamos é um dos meios de vendas que mais tem gerado resultados de vendas. O número de lojas físicas que adotaram o método é grande e esses números tendem a crescer ainda mais.
Porém, para que uma loja virtual funcione é preciso identificar se você está indo no caminho correto para este sucesso real. Diante dessa necessidade nós desenvolvemos alguns tópicos para ajudar você que busca conteúdo de informação rica.

imagem
1- Seccionar

A segmentação é algo importante para iniciar, segmentar o seu negócio faz com que você evite a concorrência e ainda pode demandar investimentos menores inicialmente.

2 – Promoções
A divulgação do negócio deve ser realizada em centenas de canais e de várias formas diferentes. Por exemplo, buscar informar através do e-mail marketing aos sites de busca, as redes sociais também são um ponto importante e podem gerar resultados satisfatórios. Esse tipo de atuação é importante para colocar o seu e-commerce na boca do povo.

3 – Relacionamento de Marketing
É importante um investimento impecável para o seu cliente, auxiliando em suas dúvidas, respondendo sobre particularidades que ele possui e realizar contato com agilidade. 

4 – Mobilidade 
No momento da tecnologia que vivemos atualmente é importante ter a visão aberta para o uso de outros tipos de visibilidade, investir em aparelhos mobile é uma opção importante e que deve ser trabalhada para que os clientes possam ver sua loja virtual, página do Facebook e outras médias não somente no desktop.

5- Velocidade 

Você sabe como anda a velocidade de carregamento da sua loja virtual? No mercado de E-commerce caso a loja leve muito tempo para carregar pode acabar acarretando diretamente na conversão dos produtos ou serviços.

Leia Mais
Localização
Al. Madeira, 162 - Sala 207 Alphaville Industrial Barueri/SP CEP: 06454-010 Tel.: (11) 2865-1794 Whatsapp: (11) 98076-6275 E-mail: publicon@publicon.com.br
Newsletter